Quem ama, cuida!

Cuidar daquela peça que a gente ama e que gostaríamos que durasse para sempre, é essencial. É aí, que surge a dúvida – Como manter as roupas em bom estado para que elas durem por mais tempo?


Hoje em dia temos uma grande variedade de peças em tecidos diferentes, que necessitam de cuidados específicos. Se antes tínhamos opções limitadas para comprar, atualmente o cenário mudou e já é possível garimpar tecidos mais nobres até nas lojas fast fashion.

Você como eu já deve ter comprado uma peça sem ao menos ter olhado a etiqueta de composição, não é mesmo? A etiqueta de composição vem costurada por dentro da peça com aqueles símbolos que a maioria desconhece e que todo mundo já cortou um dia porque estava incomodando.

Muitas pessoas nem imaginam que é na etiqueta de composição que vem todas as informações sobre como cuidar e conservar a roupa.

etiquetadecomposicao
A etiqueta de composição é obrigatória em qualquer produto têxtil e deve conter nome, razão social ou marca registrada do fabricante, indicação de tamanho, identificação fiscal, país de origem (por extenso), indicação do nome das fibras e sua porcentagem e cuidados para a conservação do produto.

Bom, já sabemos que toda peça precisa ter a etiqueta com as informações sobre o produto. Agora, vamos aprender um pouco sobre o que significa cada um dos símbolos que podem conter na etiqueta das suas peças.

Simbologia de conservação da peça.
Simbologia de conservação da peça.

Outro item importante é saber como lavar, secar, passar e guardar as roupas. Pesquisando por aí, encontrei algumas dicas preciosas no site da Malwee.

LAVAGEM

  • Dissolver completamente o sabão em pó ou detergente na máquina antes de colocar a roupa para lavar.
  • Siga as instruções de lavagens que constam nas etiquetas.
  • Retirar todo tipo de aplique móvel antes de lavar, para evitar danificá-los ou que danifiquem sua roupa.
  • Lavar a peça do avesso.
  • Nas primeiras lavagens a peça pode soltar tinta, portanto, é recomendável lavar a peça separada das demais.
  • Lavar sempre em água fria e não deixar de molho.
  • Não torcer a roupa, só pressioná-la com suavidade.
  • Enxaguar bem para remover todo o resíduo de sabão ou detergente (O resíduo do sabão pode causar manchas).
  • Lavar malhas delicadas (tipo tricô) manualmente.
  • Uma solução para lavar roupas que soltam fibrilas (malhas felpudas) é lavá-las dentro de um saco (tipo fronha), próprio para isso ou separadas das demais, para que as outras não peguem fiapos.

ÁGUA SANITÁRIA – PRODUTOS A BASE DE CLORO

  • Não utilizar água sanitária (produtos clorados) em roupas de algodão ou viscose (O uso destes produtos pode causar manchas).
  • Antes de usar água sanitária, observar bem as instruções da etiqueta.
  • Usar somente água fria e, no máximo, por uma hora.
  • Não usar recipiente de ferro, cobre ou latão.

SECAGEM

  • O ideal é secar roupa à sombra e em local bem arejado (O sol desbota as roupas, especialmente as coloridas).
  • As roupas propensas à deformação (tricô) o ideal é secar na posição horizontal, ou pendurar pelo meio da peça sem uso de prendedor para que recuperem sua forma.

PASSAR

  • Separe a roupa conforme as instruções da etiqueta e comece a passar com a temperatura mais baixa.
  • Para mudar de uma temperatura alta para uma mais baixa, aguardar alguns minutos.
  • Não utilizar ferro de passar diretamente sobre as peças, especialmente nas cores pretas, marinho e vermelho, pois poderá deixar marcas de brilho. Utilizar um pano fino de algodão sobre a peça.

GUARDAR A ROUPA

  • Para melhor conservação da tonalidade da cor é aconselhável guardar sua roupa em local isento de luz.
  • Algumas malhas (Plush) ou tecidos marcam facilmente quando dobrados. Neste caso use cabides.

OUTRAS DICAS

  • Evite usar perfumes e desodorantes diretamente nas roupas. Eles podem manchar e até danificar alguns tipos de tecidos.
  • A melhor maneira de retirar os fiapos ou bolinhas que se formam nas malhas, é enrolar uma fita colante na mão e dedos ou numa escova tipo cone, com o lado colante para fora e passar diversas vezes sobre a peça.

O post ficou extenso, mas foi na intensão de explicar ao máximo. No próximo post, vou falar um pouco sobre tecidos dando continuidade a esse mesmo tema de conservação de peças. Não perde! =)

%d blogueiros gostam disto: